Nos caminhos secretos da Conjuração Mineira,
no ápice da escravidão do ciclo do ouro,
simples alferes possuidor de moral tesouro
marca profundo a humanidade inteira.
*
Indignado com a paga do imposto do quinto,
representando dura e sofrida exploração,
torna-se inconfidente em sua própria região,
lutando pela libertação do povo distinto.
*
Em sua natureza, irrefreável liberdade,
absorve forças para a grandiosa vitória,
inspirando a República na amada cidade
*
e na bandeira que hoje tremula aqui e além,
está escrita a frase legitimada na história,
as notáveis: Libertas Quae Sera Tamen.

***

Autor Bessa de Carvalho

Direitos autorais reservados a Bessa de Carvalho

Leave a Comment on LIBERTAS QUAE SERA TAMEN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *