A Morte


A morte a passos nobres e gentis,

Busca pelos caminhos da vida,

Abarcar com os seus braços de amiga

E jeitinho assim meio feliz,

Os amores por nós cultivados,

Com carinho, amor e ternura,

No simples conviver da brandura,

De dois ou mais seres amados.

Arrebata ela num movimento breve,

De um jeito assim tão de repente,

Com um olhar nobre e alegre,

Aquele nosso amor verdadeiro,

Levando-o como um presente,

Para Deus que é brasileiro.

Autor Bessa de Carvalho

Direitos autorais reservados a Bessa de Carvalho

Leave a Comment

error: Content is protected !!