Mãe


Mãe, palavra pequenina que exprime sentimento,

Cujo coração transmite somente amor,

Está sempre disposta a todo momento,

A carregar-me no colo como faz o Senhor.

Mãe, das muitas horas na cama em tenra idade

Quando a febre em muito me ardia,

Fazendo um caldo da caridade,

Me levantavas bem noutro dia.

Mãe, quando ia mal no colégio,

Sem esperanças de passar de ano,

Tinha para mim o remédio,

Horas e horas comigo estudando.

Mãe, depois que o meu corpo cresceu,

Mas a inteligência não acompanhou,

Conselhos você me deu

E a minha vida toda mudou.

Mãe, hoje que já estou mais velho

E vejo você avançar na idade,

Cuido com muito esmero

Não quero sentir saudades.

Mãe, você do campo celeste é o portal

E o meu coração é a chave para crer,

Que no céu vou entrar como alma imortal,

Quando aqui o meu corpo morrer.

Autor Bessa de Carvalho

Direitos autorais reservados a Bessa de Carvalho

Leave a Comment

error: Content is protected !!