Janelas do Facebook


Nas janelas do Facebook as suas mensagens escrevia

Na esperança de que o seu enamorado,

Ficasse totalmente encantado

E visse dos seus olhos que o amor escorria.

Com a sensibilidade de mulher

Despertava em seu coração um romance,

Por alguém que em apenas em um lance

O seu olhar apaixonado conhecia.

Foi amor à primeira vista,

O despertar de um carinho todo especial,

Ainda não era o amor ideal,

Mas aos poucos ele se construia.

E numa bela manhã de sábado

Os dois cruzaram-se na praça,

Ela com um sorriso sem graça

Lhe deu logo um bom dia.

Um homem alto e moreno

De feições suaves a sorriu,

Sentiu o seu coração ser tocado

E um beijo dela pediu.

Poxa, disse-lhe: mal me conheceste e me pede um beijo?

Pensou: mas como te quero muito e desejo…

Falou: está bem, um selo vou lhe dar.

Assim o namoro aconteceu com ela e ele,

Os dois enlaçados de Janeiro a Janeiro,

Passaram-se a se encontrar.

Não tardou e o namorado

De tanto encanto e encantado,

Pediu aos seus pais para casar.

Então na igrejinha do agreste se casaram

E em pouco tempo de casamento,

Veio logo um lindo rebento, a felicidade coroar.

Autor Bessa de Carvalho

Direitos autorais reservados a Bessa de Carvalho

Leave a Comment

error: Content is protected !!