As Clareiras do Universo


Quando o perfume das rosas exalar o teu perfume e o jasmim se dependurar na janela para ver-te passar;

Quando o sol em sua exuberância, retirar fios de raios para cobrir-te de luz;

Quando as águas dos rios se confrontarem com os teus cabelos e tocá-los sensivelmente;

Quando a grama por sob os teus pés resvalar,

Aí, sim, vislumbrarei os teus passos no infinito e seguirei o teu perfume pelas clareiras do universo.

Autor Bessa de Carvalho

Direitos autorais reservado a Bessa de Carvalho

Leave a Comment

error: Content is protected !!