Coração


Ó coração que me enganas nas noites de luar

Dizendo-me que me amas e querendo-me bem

Enganando-me direitinho sussurrando palavras de amor

Mas quando no desejo de ver-me feliz

Não traz-me alívio e sim dor.

Ó coração que sentes na penúria da minha riqueza

A ausência das moedas em meus bolsos

E no grito da minha beleza vês a feiura

Que envolve-me no íntimo ser

Deixas-me em paz neste sofrimento amargo

Tentando conseguir um facho de felicidade

No entanto encontras-me somente

No cubículo de eu alma

Desejoso do puro ensejo do amor

Autor Bessa de Carvalho

Direitos autorais reservado a Bessa de Carvalho

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *