Tu me escreves


Quando escreves em um pedaço de papel,

Rabiscas os sentimentos aqui e ali,

Colocas os teus sonhos bem nas nuvens do céu

E te encantas em escrever o que existe em mim.

Às vezes perdes-te em tuas emoções e se irrita,

Joga fora o escrito descontrolada enfim,

Junto no lixo se vão os sonhos vividos,

Porque és tu mulher deste jeito assim.

Estes vai e vem de afetos

São características do teu íntimo ser,

Oscilam de dentro para fora em modo discreto,

Fazendo o amor, morrer e renascer.

Depois de acalmar os sentimentos no coração,

Pegas um papel e volta logo à escrita,

Separas dentro de ti o amor da paixão,

Retornas a rabiscar os afetos de forma bonita,

Ao tempo onde a beleza de escrever, te dedicas.

Autor Bessa de Carvalho

Direitos autorais reservados a Bessa de Carvalho

Leave a Comment

error: Content is protected !!