Jorge na Lua

Certo dia na roça quando criança
contemplei o céu na escuridão
com olhos de quem vê a esperança
vi a lua brilhar na solidão.

Ouvi minha mãe chamar para o banho
dizendo: vamos para igreja agora encontrar
o padre, hoje lá no sermão
de Jorge um pouco falará.

Não entendia nada de religião,
mas tudo isso me espantava
como encontrar no altar Jorge, eu pensava,
se ele vive na lua com um dragão?

Assim fui crescendo com as minhas crenças
e minha mãe envelhecendo com amor,
Jorge no cavalo branco com a lança imensa,
lutava com bravura e fervor.

Quando desta vida ela se foi,
pedi a Deus que Jorge a acolhesse
e vi na lua cheia a mãe querida depois,
conversar com ele antes que amanhecesse.

Envolto da minha crença
vejo Jorge um lutador,
que morreu por sua fé na confiança
do amor por Jesus, nosso Senhor.

Minha mãe como o sol
ainda aquece o meu coração
e Jorge no cavalo branco
hoje apenas é um grande irmão.

Autor Bessa de Carvalho

Direitos autorais reservados a Bessa de Carvalho

Leave a Comment

error: Content is protected !!